Dia Mundial da Saúde: Estudo sobre a Saúde dos Portugueses

Os problemas de saúde que mais atingiram os portugueses nos últimos doze meses foram: as dores musculares/dores nas costas (25%), enxaqueca (14%) e alergias (8%).

Os medicamentos mais utilizados para dores musculares são: Voltaren (31%), Brufen (9%) e Ben-u-ron (5%). Para os problemas de enxaqueca/dor de cabeça os mais utilizados são: Ben-u-ron (36%), Brufen (14%) e Paracetamol (11%), nas Alergias os mais utilizados são: Aerius (34,3%), Zirtec (7,6%) e Fenistil  (3,8%).

Em relação a quem prescreve os medicamentos, são referidos o Médico (60%) e o Farmacêutico (11%). (22%) dos portugueses admitem que se automedica.

83% indica que já utilizou ou utiliza medicamento genérico, e quem sugere a substituição é o Farmacêutico (38%) ou Médico (36%).

Quando os portugueses têm problemas de saúde afirmam recorrer primeiro ao Médico de Família/Centro de Saúde (48%), Internet (19%), às Urgências do Hospital (13%) e somente (9%) afirma recorrer a Linha Saúde 24.

Após passar pela consulta médica, 68% afirma pesquisar mais informações sobre o diagnóstico e a terapêutica.

Em relação à confiança que os portugueses depositam nos agentes de saúde, seguem-se na seguinte ordem, os quem mais confiam: os Médicos Especialistas, os Médicos de Família e os Centros de Saúde. Os portugueses confiam menos no Ministério da Saúde e nos Laboratórios Farmacêuticos.

O Gasto médio com medicamentos é de 18 euros por mês por cada português.

Os Problemas de saúde experienciados pelos filhos, menores de 16 anos, nos últimos 12 meses
são: Febre (34%), Otites (12%) e Diarreia (12%).

Ficha Técnica

Este estudo foi realizado online entre os dias 15 e 25 de Março de 2016, a aproximadamente 1.260 portugueses de ambos os sexos, maiores de 18 anos e de todo o país e ilhas. A margem de erro é de +/-2.8%, considerando um intervalo de confiança na ordem dos 95%.