suicídio

DIA MUNDIAL DA PREVENÇÃO CONTRA O SUICÍDIO

SABIA QUE … DIA 10 DE SETEMBRO SE ASSINALA O DIA MUNDIAL DA PREVENÇÃO CONTRA O SUICÍDIO?

A Organização Mundial de Saúde, instituiu o dia 10 de Setembro como dia da prevenção contra o suicídio e procura com este dia sensibilizar e convocar os países membros para a definição de estratégias destinadas a prevenir o suicídio, que se constitui como um problema de saúde pública.

Estima-se que o suicídio é a 13ª causa de morte no mundo, sendo uma das principais causas de morte de adolescentes e adultos até aos 35 anos. O suicídio é ainda, a principal causa evitável de mortes prematuras.

Segundo a OMS, suicidam-se diariamente em todo o mundo cerca de 3000 pessoas – uma a cada 40 segundos – e, por cada pessoa que se suicida, 20 ou mais cometem tentativas de suicídio.

Em Portugal, a taxa de suicídios por 100000 habitantes, em 2010, foi de 10,3% uma taxa superior à de quaisquer outras mortes violentas, nomeadamente por acidentes de viação e acidentes de trabalho.

78,8% dos indivíduos inquiridos num estudo da multidados.com afirmam nunca ter pensado em suicídio, mas há ainda um número bastante significativo de indivíduos que admite já ter pensado em suicídio, 21,2%.

Para a população inquirida, a principal causa para as tentativas de suicido em Portugal são os desequilíbrios psicológicos, 32,9%, seguindo-se os desequilíbrios emocionais, 23,5% e ainda com 23,5%, a situação financeira. São ainda referidas como causas, as agressões físicas e psicológicas, 8,2%, o desgostos amorosos, 4,7%, o bullying, 3,5%, alguma doença, 1,2% entre outros 2,4%.

A responsabilidade é muitas vezes esquecida. O impacto emocional causado pela perda devida ao suicídio pode durar muitos anos, em termos individuais, e pode ter, nas famílias, consequências que se estendem por várias gerações. Mas no estudo da multidados.com procuramos saber quem pensam, os portugueses, serem os principais responsáveis para que estas mortes prematuras continuem a acontecer. A larga maioria acredita que a sociedade portuguesa é a principal responsável por estes infelizes acontecimentos, 77,6%. Seguindo-se os cônjuges, 24,7% e os familiares, 15,3%. Também os colegas são referidos como responsáveis, 7,1%.

Facto que é extremamente necessária uma mobilização de todos os recursos disponíveis, visando não apenas um conhecimento tão preciso quanto possível do número de suicídios, mas também do perfil dos suicidas.

A necessidade deste trabalho feito com efetividade produzirá melhores resultados para a abordagem à questão da prevenção do suicídio.

 

suicídio

#multidados #research #sabiasque #diaimundial #prevencao #suicidio

 

VOLTAR AO BLOG