O Dia Internacional da Saúde Feminina celebra-se anualmente no dia 28 de maio

As celebrações do dia da Saúde Feminina têm como objetivo alertar a população em geral e as mulheres em particular, para as desigualdades ainda existentes entre homens e mulheres no acesso aos cuidados de saúde, assim como para a importância do respeito pela saúde femininareprodutiva e sexual, com as suas patologias e sintomas específicos, nas diferentes fases da vida da mulher.
multidados.com procurou saber o que sabem e pensam os portugueses sobre o tema. Os resultados revelam que 48,7% da população inquirida não frequenta as consultas de planeamento familiar no seu centro de saúde. Os motivos para o registo deste número tão elevado são os mais variados: 41,6% preferem consultar um especialista5,7% não conhece estas consultas e 1,4% não confia no seu médico de família.
Dos restantes 51.3% que frequentam as consultas de planeamento familiar no seu centro de saúde, 44,9% recorre pelo menos uma vez por ano ao seu profissional de saúde na área do planeamento familiar.
 
Menos de metade dos portugueses utiliza algum tipo de método contracetivo (48,1%),e dentro destes o método de contraceção mais utilizado é a pílula – método feminino – com o valor de 37,8%.
Saúde Feminina