fast-food_capalinkfacebook

Dia da Fast-Food

Sabia que…. a 16 de novembro se assinala Dia da Fast-Food?

Pizza, Cachorros Quentes, Batatas Fritas, Anéis De Cebola, Hambúrgueres, e mais… O Fast-Food é tanto uma graça quanto uma desgraça para as pessoas de todo o mundo.

Tradicionalmente rico e gorduroso, o fast food tem gosto animado na boca pode facilmente tornar-se viciante.

Em primeiro lugar, o White Castle aparece pela primeira vez em 1921, quando hambúrgueres foram vendidos 0,05 dólares cada, e desde aí que este tipo de alimentação se enraizou na cultura americana. A partir daí, o amor pela fast-food começou a espalhar-se por todo o mundo e agora pode ser encontrado em todos os locais.

Mais importante, como os maus hábitos alimentares se adquirem depressa, em Portugal, a também designada junk food veio substituir a alimentação saudável que era sustentada, a chamada dieta mediterrânica.

O consumo dos portugueses

Em primeiro lugar, a multidados.com procurou saber entre os portugueses quais os seus hábitos e preferência de consumo. 37,20% dos inquiridos afirma consumir raramente este tipo de alimentação. 30,2% indicam fazê-lo duas a três vezes por mês e ainda. 22,10% confessam optar por esta refeição uma vez por semana. São de destacar ainda, os valores de 0% os que dizem nunca consumir fast-food e felizmente, o valor de 1,20% daqueles que assumem optar por esta alimentação todos os dias.

Ainda que sejam variadas as opções dentro deste tipo de alimentação, os reis são naturalmente os hambúrguers e as pizzas. Neste caso preferência dos portugueses recaí para a última, as pizzas, 57,0%. Já os hambúrguers arrecadam 43,0% das inclinações dos portugueses.

Por outro lado, quando questionados sobre a sua afeição a uma determinada cadeia de fast-food, a maioria, 52,3% diz ter uma cadeia e eleição. Aqui, as cadeias de distribuição de hambúrguers assumem especial destaque. O top 3 é composto por: McDonald’s, 51,2%, Burger King, 23,3 e Pizza Hut, 11,6%.

De uma maneira geral, do ponto de vista da alimentação saudável, o homem necessita aproximadamente de 50 – 60% de hidratos de carbono; 25 – 30% de gordura e 12 – 15% de proteína. Hoje em dia, estes valores não são seguidos, havendo um exagerado consumo de gorduras, proteínas animais, açúcares e sal.

Por fim, embora se poupe no tempo de preparação, a fast-food não se iguala, sob o ponto de vista nutricional, à cozinha caseira com o recurso a alimentos frescos.

 

#multidados #research #since98 #sabiaque #fastfood #hamburguer #pizza #hotdog

Tags: No tags