Facebook ou Instagram, qual será a aplicação de social media mais utilizada em Portugal? E os influencers? Será que realmente induzem a compra dos produtos por eles promovidos?

Hábitos do Consumidor em Portugal é um estudo sobre a hábitos do consumidor de social media em Portugal, realizado pela multidados.com e apresentado em primeira mão na Edição do ClickSummit 2018.

O estudo propõe-se a compreender o tipo de utilização de social media dos portugueses. E ainda, identificar os principais influencers e o seu verdadeiro efeito.

Em primeiro lugar importa compreender o método de acesso às redes sociais e com isto perceber hábitos e tendências. O dispositivo preferencial acesso às redes sociais é o Smartphone (87,7%), destronando por completo o computador fixo (39,9%) e portátil (66,3%), deixando pouca possibilidade de expressão para outras alternativas como tablet/ipad (21,5%), tv com ligação à internet (6,8%) e smartwatch (1,8%).

20,1% da população inquirida assume aceder, através do smartphone, seis a vinte vezes durante o dia, 25,1% indica aceder duas a cinco vezes/dia e há ainda 23,9% dos inquiridos que assume aceder às suas redes sociais mais de vinte vezes ao dia. Através dos restantes dispositivos, a maioria indica aceder, na maioria dos casos, duas a cinco vezes durante o dia.

Em média, cada português, despende no acesso às redes sociais através do smartphone entre uma a duas horas, através do computador fixo ou portátil entre trinta a sessenta minutos.

Para uso pessoal, a maioria dos inquiridos acede em casa (92,0%), no trabalho (50,95), em restaurantes bares (42,3%) e em transportes públicos (39,9). Especialmente em casa, sendo este referido como o local e maior acesso, a maioria fá-lo a partir da sala de estar (81,0%), do quarto (67,5%), da cozinha (39,9%) e da casa-de-banho (38,0%).

Tal como esperado, as redes de maior acesso revelaram-se o facebook e o instagram. Já os motivos apontados para a utilização destas redes são: o contacto com amigos e familiares (91,4%), visualização de vídeos (54,6%), compartilhar fotografias ou vídeos (53,4%), acompanhar marcas e procurar eventos (40,5%) e acompanhar produtos (39,3%) e personalidades (34,4%).

Particularmente no que é relativo a personalidades, o estudo da multidados.com propôs-se a identificar os principais influencers e o seu verdadeiro efeito. Os resultados indicam o top 3 de personalidades é constituído por Cristiano Ronaldo (10,4%), Cristina Ferreira, Rita Pereira, Catarina Gouveia e Maria Vaidosa (1,84%) e Manuel Luis Goucha, Carolina Patrocínio, Flávia Calina e Wuant (1,23%). No que diz respeito às marcas o top of mind é constituído por Nike (6,13%), Nestlé (4,29%) e L’Oreal (3,68%). O principal canal para acompanhar quer individualidades, quer marcas é o facebook.

Mas, no entanto, a larga maioria dos indivíduos diz que estas personalidades e/ou marcas não influenciam nem o seu comportamento, nem o seu consumo. Será esta uma boa estratégia dos responsáveis de marketing para o seu público português?

 

Conheça os resultados aqui.

#multidados #research #clicksummit #socialmedia